A simplicidade da vida cristã em The Big Bang Theory

Howard: No meio do ano vou à estação espacial internacional.

 

Mary: Meu Deus, uma viagem para o céu! Se quiser viver lá eternamente tenho um bom livro que poderia ler.

Quando se trata de séries, muitos cristãos ficam com o pé atrás, por considerarem esse um passatempo viciante para a maioria e também vazio. The Big Bang Theory, uma comédia cujo nome remete àquela velha e desnecessária briga entre ciência e fé não poderia ser muito bem vista, é claro.  A série conta as histórias de quatro amigos cientistas e nerds, e dentre eles o meu preferido é justamente o mais chato (porém mais carismático), Dr. Sheldon Cooper.

Mary: Gostaria que fosse comigo [à igreja], Sheldon.

 

Sheldon: Mãe, se eu fosse, seria uma prova conclusiva de que seu Deus pode fazer milagres.

Como o mais inteligente e mais maluco do grupo, Sheldon é capaz de nos arrancar gargalhadas com seu transtorno obsessivo compulsivo e sua ingenuidade diante de assuntos como mulheres e relacionamentos. Ele também é ateu e não faz questão de esconder esse fato. Mas não é sobre Sheldon que quero falar, e sim sobre sua mãe, Mary Cooper.

Mary: Ele puxou o temperamento do pai.

 

Leonard: Eu entendo.

 

Mary: Ele tem os meus olhos. Toda essa ciência, isso vem de Jesus.

Mary é uma dona de casa que vive no Texas. Ela aparece pela primeira vez no quarto episódio da primeira temporada e de cara nos mostra o que é ser uma mulher segundo Provérbios 14:1, pois apesar de não ser intelectual como seu filho, é uma mulher sábia e uma mãe muito dedicada. Ela é cristã e por mais que bata de frente com Sheldon quando o assunto são crenças espirituais, ela é uma das poucas pessoas que sabem como lidar com ele e a quem o cientista sempre recorre em momentos de dúvida ou dificuldade.

Mary: Bom dia, biscoitinho!

 

Sheldon: Bom dia.

 

Mary: Bem, isso parece muito chique, o que é?

 

Sheldon: É a minha ideia de DNA de um ser, feito em silício.

 

Mary: Mas inteligentemente desenhado por um criador, certo?

Basicamente, o que me chama atenção na personagem é que, por The Big Bang Theory ser uma série de comédia, Mary está inserida ali para nos fazer rir. Seus comentários referentes à fé são sempre seguidos por risadas externas. No entanto, Mary não se deixa intimidar. Sabe conviver com seu filho, com os amigos dele e até com a mãe de Leonard, que representa seu extremo oposto tanto em crenças quanto na postura materna.

Mary: Enquanto estamos aqui, por que não rezamos? Colocar um pouco de igreja nessa igreja.

 

Leonard: Não sei se devemos.

 

Mary: É fácil, eu mostro a vocês. Senhor, Mary Cooper aqui, falando de Gomorra, Califórnia. Quero agradecer pela benção que é o meu Shelly e também pela força contínua para não apagá-lo com a minha bíblia. Certo, Penny, sua vez!

Algumas das inserções de Mary Cooper podem até terem sido pensadas como uma forma de ridicularizar os cristãos, mas ela só me faz ver o quanto colocar um muro entre a ciência e a fé parece briga de criança e não nos leva a lugar algum. Por fim, Mary me inspira a ser um tipo diferente de cristã. Ela me faz ver que é nas atitudes do dia a dia que podemos demonstrar o amor de Cristo àqueles que estão ao nosso lado. Aprendo com ela que por mais que não seja fácil amar o próximo, ainda mais quando o próximo é alguém como Sheldon Cooper, isso ainda não é algo impossível. E a maior lição que é a de que não precisamos ser medíocres ou ignorantes por acreditarmos em Deus. Podemos conviver e respeitar a todos, sem esconder (ou ter vergonha de) quem somos e a quem servimos.

Mary: Segure suas rédeas mocinho, aqui no Texas nós oramos antes de comer.

 

Sheldon: Mãe…

 

Mary: Dê-me [a mão].

 

Mary: Não foi tão difícil, foi?

 

Sheldon: Minha objeção era baseada em considerações, não em dificuldade.

 

Mary: Mesmo assim, Jesus te ama.

Brenda Vanin, 21 anos. Segue marchando rumo ao que não se vê, se crê. Escreve no Viver na Plenitude.

Anúncios

Um comentário sobre “A simplicidade da vida cristã em The Big Bang Theory

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s