Ninguém explica Deus… mas quem disse que o Big Bang disfarça?

“Ninguém explica Deus”. Uma frase que você já deve ter ouvido algumas vezes, seja numa pregação ou como resposta de alguém a seus questionamentos sobre algo relacionado ao sagrado. Essa frase também dá nome a uma das músicas de maior sucesso do projeto Preto no Branco. Um grupo de músicos cristãos da melhor qualidade e que contempla estilos como black music, soul, R&B, samba, pop … Continuar lendo Ninguém explica Deus… mas quem disse que o Big Bang disfarça?

Ainda somos os mesmos

Leia ouvindo:  Deve ter ocorrido uma convenção nacional dos professores de ciências do ensino fundamental, lá pelo início dos anos 2000, na qual ficou determinada, por decisão unânime, a exibição de Ilha das Flores (1989) aos alunos. Naquele cenário de sala de aula, o curta de Jorge Furtado servia para ilustrar a trajetória do alimento desde o  produtor até nossa mesa e então ao lixão, para, … Continuar lendo Ainda somos os mesmos

Como ser famoso na internet, por Miranda Sings

A receita de Miranda Sings para o estrelato é muito simples: acredite no seu talento; em hipótese alguma aceite não como resposta; priorize seus sonhos acima de qualquer coisa; seja completamente alheio às pistas que as pessoas dão no convívio social, tais como sarcasmo e ironia; por fim, não leve a sério ninguém que queira apontar suas falhas – é tudo recalque. Seguindo à risca … Continuar lendo Como ser famoso na internet, por Miranda Sings

O Deus artista de Deise Jacinto

Em alguns álbuns, a gente escuta o intérprete cantar sobre os atributos da justiça de Deus. Em outros, ouvimos muito sobre perdão e misericórdia. No caso de “Final Feliz”, de Deise Jacinto, as músicas revelam para nós o lado artista de um Deus que é sensível , nos entende em nossas imperfeições e se alegra em criar com tanta beleza. O cd, que é a … Continuar lendo O Deus artista de Deise Jacinto

A verdade no amar alguém segundo Richard Linklater

Todo romance quer ter contornos de grandes dramas, contos épicos que elevem à máxima potencia a experiência fantástica de se amar alguém. O cinema há muito vem nesse esforço de apresentar o amor tórrido e triunfante para tomar de assalto algum casal desavisado que veja ali projetados os seus desejos mais íntimos com todo um ideal de ser dois na potência sentimental do coração de … Continuar lendo A verdade no amar alguém segundo Richard Linklater

C.S. Lewis e porque nós não superamos FRIENDS

Há 12 anos (sim, 12 e você está velho demais) foi ao ar o último episódio da série Friends. Confesso que, em pleno 2016, a série ainda é minha companhia de almoços solitários pela semana. Mas, apesar de o meu irmão constantemente me lembrar de que há milhares de séries novas e interessantes para assistir (obrigada Netflix!), e questionar quando vou superar os anos 90 … Continuar lendo C.S. Lewis e porque nós não superamos FRIENDS

Uma liturgia inesperada (com Coldplay, Florence e mais)

Você ficaria surpreso se fosse convidado para um culto e lá ouvisse Florence + The Machine, Kings of Leon, Coldplay, Mumford & Sons e John Mayer? A programação do penúltimo domingo antes do Summer Break aqui na igreja na qual congrego na Califórnia recebeu o nome de “Unexpected Liturgy”. Confesso que isso me intrigou bastante. O que seria uma “liturgia inesperada” para um culto que … Continuar lendo Uma liturgia inesperada (com Coldplay, Florence e mais)

Arte que aponta pra vida, arte que aponta pra morte

Rami Malek e Christian Slater estão para “Mr. Robot” (2015-, USA) assim como Edward Norton e Brad Pitt estão para “Clube da Luta” (1999). Talvez com um pouco mais de carisma e um pouco menos de paranoia. O seriado, que foi uma das melhores estreias do ano passado, levando o Globo de Ouro de melhor série dramática, tem vários elementos que remetem ao filme de … Continuar lendo Arte que aponta pra vida, arte que aponta pra morte

As iguarias do rei e as ruas do Bronx

A juventude é uma coisa louca de se viver, tô nessa aí há algum tempo e ainda tô tentando entender como se faz. Tem gente séria tentando analisar tudo pra dar um parecer decente e fazer dessa fase da vida algo maior do que vestibular, primeiro emprego e Kinder Ovo (saudades da época que era um real. Sim, já foi um real. Vinte anos atrás, … Continuar lendo As iguarias do rei e as ruas do Bronx