La La Land e a vaidade de querer o infinito

“O que seria da vida sem as coisas que não existem?” Assim provocava Antônio Abujamra a Eduardo Sterblich, um ator bobo vindo de um programa machista que pretensiosamente pretende interpretar Samuel Beckett para ser ovacionado como Paulo Autran por pessoas que nem mesmo a vida tem interesse, mas aos quais todos desejam ser comparados para que o viver possa ter cores de eternidade antes que acabe. … Continuar lendo La La Land e a vaidade de querer o infinito

A arte penal de colorir a cidade

O que é belo? O que é arte? O que é crime? Não foram poucas as vezes que me vi em discussões que partiam dessas perguntas, por isso percebi a necessidade de alguns breves pontos serem levantados, mas antes, queria falar sobre a cidade. Nos encontros e plantios humanos ao longo da história foram se formando centros sociais, de convívio e comércio, que passaram a … Continuar lendo A arte penal de colorir a cidade

Faça-se o favor: não compare sua beleza

Outro dia vi uma menina que tinha o cabelo bem curto, e me peguei pensando com meus botões sobre como aquele corte combinava com ela. Sempre costumo achar cortes curtos muito bonitos em mulheres com pescoço alongado, o que era o caso. Sei lá, acho que dá um ar de elegância instantâneo. Depois de um tempo, estava eu num ponto de ônibus e essa moça … Continuar lendo Faça-se o favor: não compare sua beleza

Pra quem ama listas, aqui vai o melhor do Sobrado em 2016

Em 2016 o Sobrado abriu suas portas, e o que a gente tem tentado nesse tempo é falar da mensagem de reconciliação através da arte e da cultura. Somos apaixonados por isso! Muito obrigada por ter embarcado nessa com a gente. A casa é sua mesmo. E sem mais delongas, esses foram os posts que mais fizeram sucesso por aqui nesse ano: 1 – C.S. … Continuar lendo Pra quem ama listas, aqui vai o melhor do Sobrado em 2016

Feliz aniversário, meu amigo

Esses últimos dias de dezembro formam mesmo a época mais maravilhosa do ano. E em grandíssima parte por conta do aniversário de Jesus. Esse podia ser um texto enorme sobre o fato de a cada ano parecer que querem cada vez mais tirar Jesus de sua própria festa? Podia. Mas por hoje quero mesmo é ficar do ladinho dele, porque quando amigo faz aniversário, não tem … Continuar lendo Feliz aniversário, meu amigo

Término de Jout Jout e Caio: Reflexões

Depois de Brad Pitt e Angelina Jolie, William Bonner e Fátima Bernardes, o macabro ano de 2016 ceifa mais um relacionamento de referência, Jout Jout e Caio. Julia Tolezano ficou famosa através de seu canal no Youtube, Jout Jout Prazer, sempre auxiliada por seu namorido, Caio. Ele era responsável pela parte técnica das gravações, além de dialogar com sua companheira nas filmagens. Em um dos … Continuar lendo Término de Jout Jout e Caio: Reflexões

Entre a Fantasia e a Realidade

Assim como existem dois caminhos a se seguir na vida, o da natureza e o da graça, como já observou Terrence Malick do início do seu (espetacular) filme A Árvore da Vida (2011), acredito também que existam dois mundos. Sim, dois mundos! Não, eu não estou louco, acredito que exista um mundo real: esse que conhecemos e que está cercado por uma realidade material e … Continuar lendo Entre a Fantasia e a Realidade

A eterna mesa da casa de Tia Zilda

Quando pequeno existia uma mesa na cozinha de casa onde comíamos juntos ao horário do almoço. Nem sempre estavam todos, mas a mesa estava. Lembro da minha resistência em comer as “coisinhas verdes”, até que um certo dia meu pai me disse para colocar ketchup. Confesso que esse foi o meu recurso para a adesão de novos sabores por um bom tempo. Naquele tempo, os … Continuar lendo A eterna mesa da casa de Tia Zilda

Na rua, na chuva, na fazenda

A música composta por Hyldon em 1975 e muito cantada por Kid Abelha e tantos outros artistas, “Na rua, na chuva, na fazenda”, mesmo sem a devida intenção, faz a gente refletir sobre alguns aspectos da vida cristã. Eu particularmente adoro quando a música me inspira de alguma forma a refletir sobre minha vida, e por vezes até provocar alguma mudança positiva e bíblica. O … Continuar lendo Na rua, na chuva, na fazenda

Um conto Alto Paraísense

  Talvez nem todos saibam mas morro na cidade mais esotérica  Brasil. Lidamos diariamente com o desafio de defender a exclusividade de Cristo em meio a pluralidade religiosa do local. Como fazemos isso ? Bem claro que não somos do perfil daqueles que já saem condenando todas as outras religiões sem antes  estabelecer um diálogo, construir relacionamentos e explorar os pontos em comum. Tim Keller já … Continuar lendo Um conto Alto Paraísense