Na rua, na chuva, na fazenda

A música composta por Hyldon em 1975 e muito cantada por Kid Abelha e tantos outros artistas, “Na rua, na chuva, na fazenda”, mesmo sem a devida intenção, faz a gente refletir sobre alguns aspectos da vida cristã. Eu particularmente adoro quando a música me inspira de alguma forma a refletir sobre minha vida, e por vezes até provocar alguma mudança positiva e bíblica. O … Continuar lendo Na rua, na chuva, na fazenda

O Deus artista de Deise Jacinto

Em alguns álbuns, a gente escuta o intérprete cantar sobre os atributos da justiça de Deus. Em outros, ouvimos muito sobre perdão e misericórdia. No caso de “Final Feliz”, de Deise Jacinto, as músicas revelam para nós o lado artista de um Deus que é sensível , nos entende em nossas imperfeições e se alegra em criar com tanta beleza. O cd, que é a … Continuar lendo O Deus artista de Deise Jacinto

Uma liturgia inesperada (com Coldplay, Florence e mais)

Você ficaria surpreso se fosse convidado para um culto e lá ouvisse Florence + The Machine, Kings of Leon, Coldplay, Mumford & Sons e John Mayer? A programação do penúltimo domingo antes do Summer Break aqui na igreja na qual congrego na Califórnia recebeu o nome de “Unexpected Liturgy”. Confesso que isso me intrigou bastante. O que seria uma “liturgia inesperada” para um culto que … Continuar lendo Uma liturgia inesperada (com Coldplay, Florence e mais)

“Sagacidade sem precisar resolver no tiro”

Já dizia Gustavo Ribeiro: Hum, a única teoria que funciona na prática É a do caos a correria do dia a dia É uma guerra Camboja e Laos Planet Hemp de volta No planeta em crise Onde a única coisa que presta na tv hoje São os Trapalhões em reprise Alguns preocupados com o concurso mundial De missis outros em tirar irmãos Debaixo das marquises, … Continuar lendo “Sagacidade sem precisar resolver no tiro”

Janela #012 – Cadê a diversidade musical na igreja?

Download   |   Tocar em nova janela   (42min – 39MB) Assine no iTunes   |  Assine no Android Sabe aquela sensação de que ao escutar os primeiros acordes você já consegue dizer se a música é “gospel” ou não? Por que é que isso acontece? Será que existe lugar para samba, frevo, baião e outros ritmos mais diversos nos ambientes cristãos? O que faz com que tantas barreiras … Continuar lendo Janela #012 – Cadê a diversidade musical na igreja?

93 milhões de milhas do sol, mas próximos do Pai

A partir do momento em que passei a ouvir música com o intuito de perceber o autor falar de Deus indiretamente nas letras, notei que em alguns pontos da canção 93 Million Miles, Jason Mraz pode nos faz enxergar o cuidado de Deus conosco. Em uma passagem ele diz que “Estamos sempre percorrendo longas distâncias para pertencer a esse lugar”, mas nos esquecemos de que não pertencemos … Continuar lendo 93 milhões de milhas do sol, mas próximos do Pai

Sejamos todos bregas

Vira e mexe me pego pensando em como não me sinto autorizada a tirar conclusões sobre a vida, o universo e tudo envolvido nessa mistura. Não cuido nem de um periquito, não superei nenhuma experiência traumática digna de trajetória sofrida de participante de reality show, e ainda nem me formei na faculdade, pelo amor de Deus! Só que algumas coisas já deixam marcas em mim, … Continuar lendo Sejamos todos bregas

Das melhores coisas da vida

Gosto de quando as coisas vão tomando seu lugar. Gosto de olhar para trás e perceber que tudo faz sentido. E o trio “fé, esperança e amor” vem fazendo tanto sentido pra mim, que qualquer tentativa de explicar vai ser insuficiente. Mas isso não é motivo para não falar dele. Na verdade, qualquer relance já é válido. Não sei o que o Shakespeare tinha na … Continuar lendo Das melhores coisas da vida